Principado de Seborga: Soberania por omissão

N43° 49’ 33.55”, E7° 41’ 40.69”

Nada como uma boa história. A de Seborga estende-se ao longo de dez séculos mas, com alguma ginástica, consegue-se encaixá-la num par de linhas: em 954, um nobre proeminente cedeu soberania do território ao mosteiro beneditino local, em 1079 o Papa Gregório VII e o imperador Henrique IV elevaram-no a principado do Sacro Império Romano-Germânico, e o processo de unificação da Itália, em 1861, foi omisso quanto ao seu destino. Resumindo, não houve anexação formal, motivo pelo qual, em 1963, o floricultor Giorgio Carbone se deu ao trabalho de mobilizar os conterrâneos para reinstituir o Principado de Seborga – do qual se viria a tornar governante, sob o epíteto Giorgio I.

Situemo-nos: Seborga é uma aldeia de montanha com cerca de trezentos habitantes, a 23 quilómetros de San Remo, na Ligúria, e o seu domínio corresponde a uma área de 14 quilómetros quadrados, maioritariamente ocupados pela exploração de oliveiras e flores, duas das suas principais exportações.

Tem moeda (o luigino, equivalente a 5,40 euros), placas de matrícula e exército próprios, bem como bandeira, hino nacional, um governo de nove ministros e uma monarca escolhida pelo povo – a princesa Nina, eleita no passado dia 13 de Novembro para suceder ao seu marido, Marcello I. Além disso, tem alguns restaurantes, um minimercado e seis pensões (mais 17 casas disponíveis no website Airbnb), bem como um acolhedor centro histórico. Motivos suficientes para atrair algo como 100 mil visitantes por ano (ou mais, já que o número, avançado pelo Washington Post, é de 1997), mesmo sem o reconhecimento da comunidade internacional. As fronteiras, essas estão abertas a quem vier por bem.


Artigo originalmente publicado na edição de Março de 2015 da revista Volta ao Mundo
[no destaque: montagem sobre mapa de Via Michelin, com imagens de Phidelome e Davide Papalini retiradas da Wikipédia; retrato de Giorgio I retirado do Flickr do Principado de Seborga]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s